Compartilhar

Exaustão mental: Conheça 5 sinais de alerta!

Você conhece os sinais da exaustão mental? Eles podem impactar sua autoestima, relacionamentos e vida profissional. Aprenda a identificá-los!

A exaustão mental é um problema cada vez mais presente ao redor do mundo, e muitas vezes, o desconhecimento sobre os sintomas e o medo do julgamento faz com que as pessoas ignorem o problema.

Mas ela está lá, persistente e nociva a longo prazo.

Aprender a identificar os principais sinais da exaustão mental é sempre o primeiro passo para vencê-la e manter a saúde mental e qualidade de vida que você precisa.

Muitas vezes, seus sinais passam despercebidos quando se manifestam de forma física. No entanto, hoje sabemos que a mente e corpo estão conectados e influenciam um ao outro.

Para que você identifique a exaustão mental e emocional em seu dia a dia, vamos apresentar 5 sinais evidentes de que ela está impactando sua vida de forma expressiva.

O que é exaustão mental?

Antes de apresentar os sintomas precisamos primeiramente explicar o que é de fato exaustão mental.

Não adianta nada identificar os sinais de sua presença e não conhecer os impactos que ela pode causar na sua vida, não é mesmo?

Em resumo, também chamado de cansaço mental, esse transtorno pode atingir tanto adultos como crianças e adolescentes. Se caracteriza por uma sensação constante de esgotamento mental e emocional.

É normal quando realizamos tarefas exaustivas como um relatório importante ou um trabalho de conclusão de curso na faculdade.

No entanto, quando isso se torna um problema recorrente ao fazer pequenas atividades pode ser sim um alerta de que algo em sua vida precisa de cuidado.

De forma simples, a exaustão mental e emocional ocorre devido a uma sobrecarga de informação que mantém o cérebro em estado de alerta constante.

Assim, quando não fornecemos o repouso adequado ao nosso corpo, a energia se esgota, impedindo até mesmo tarefas diárias simples.

Tudo acaba se tornando desgastante e exaustivo demais. Quando esse tipo de situação permanece por semanas ou meses a pessoa já está à beira de sofrer impactos negativos em sua carreira, vida e relações interpessoais.

A seguir, conheça alguns indicativos de que a exaustão mental está presente em seu dia a dia.

Quais são os 5 sinais da exaustão mental e emocional? 

Bem, existem muitos indicativos de que uma pessoa está sofrendo de exaustão mental, a seguir confira 5 sinais deste tipo de distúrbio.

1 . Cansaço excessivo e falta de energia

Primeiramente, esses são de fato os principais indicativos da exaustão mental. O cansaço e a falta de energia faz com que as pessoas percam o entusiasmo e ânimo, até mesmo para atividades que antes eram prazerosas e simples. 

O estresse também drena nossa energia e causa a sensação de esgotamento.

De forma geral, podemos dizer que o cansaço também causa irritabilidade e diminuição da motivação, produtividade e disciplina para realizar tarefas rotineiras.

Não é para menos que muitos acabam recorrendo a ingestão de bebidas e substâncias estimulantes como pó de guaraná, energéticos e cafeína de forma descontrolada.

De imediato essa estratégia até pode surtir algum efeito, mas dura pouco tempo e causa desgaste no organismo e males para a saúde.

Um recurso muito mais eficiente é a criação de ilhas de escape. Neste vídeo, Pedro Barros, mestre em psicologia, explica o que são e sua importância para a saúde mental

2 . Perturbações no sono

Além do cansaço excessivo, a exaustão mental e emocional também se manifesta por perturbações e distúrbios na qualidade do sono da pessoa. Seja por meio da insônia, sonolência constante ou descanso fragmentado.

É muito comum a pessoa ter a sensação de que não dormiu ou que o sono não foi suficiente. Isso acontece porque o cérebro não consegue percorrer todos os estágios do sono.

3 . Dores pelo corpo e enxaquecas

Lembra o que dissemos sobre a mente e corpo estarem sempre conectados? É muito comum que os indivíduos que sofrem de exaustão sintam dores musculares e de cabeça.

Isso acontece porque o corpo interpreta o distúrbio como sinal de ameaça e envia hormônios como a adrenalina para que os músculos se contraiam. 

Por isso, as atividades físicas e relaxantes são recomendações tão importantes para o controle do quadro.

4 . Problemas de memória

Os lapsos de memória acompanham outros sintomas como falta de concentração, raciocínio lento e baixa autoestima. A pessoa passa a se sentir incapaz e insuficiente para desempenhar qualquer atividade, o que pode desencadear ainda outros problemas como depressão. 

5 . Baixa imunidade

A imunidade baixa quando associada aos outros sintomas citados anteriormente também pode ser um sinal de alerta para o quadro de exaustão mental.

Com tantos problemas físicos e emocionais, o indivíduo acaba se tornando vulnerável. Consequentemente, outras doenças podem surgir, desde um resfriado até uma doença autoimune

Segundo pesquisa realizada na Suécia e publicada em 2018 no Journal Of The American Medical Association (JAMA) foi constatado o aumento do aparecimento de doenças autoimunes quando os indivíduos eram expostos a fatores de estresse. 

Quais são os motivos da exaustão mental e emocional?

A exaustão pode surgir a partir de transtornos preexistentes como depressão, ansiedade, síndrome do pânico e burnout, mas também podem ter outros motivos como:

  • hiper estimulação ou período de longa atividade intelectual;
  • trabalho excessivo com ausência de férias ou pausas;
  • preocupação com a família e problemas profissionais;
  • hiper exposição a redes sociais e excesso de informações.

Aliás, vale ressaltar que esses sinais quando isolados e não recorrentes podem ser normais e não indicar um quadro de exaustão mental.

Nesses casos, os sintomas podem melhorar por meio de alguns comportamentos, recursos mentais e rotinas de autocuidado e bem-estar como a meditação. Você também pode conseguir resultados por meio de outras ações como:

  • prática de exercícios físicos;
  • atenção a qualidade do sono;
  • busca por hobbies e momentos de lazer;
  • férias e pausas no trabalho;
  • boa alimentação.

No entanto, para muitas pessoas apenas isso não resolve o problema. Esses casos específicos requerem a procura de um psiquiatra para desenvolver uma avaliação integral da pessoa.

Se identificou? Para que o quadro de exaustão mental não evolua para problemas maiores como depressão e burnout é importante ficar de olhos nesses sinais desde cedo. Busque válvulas de escape e ajuda profissional, se necessário.

Como vimos, os sintomas podem impactar diversas esferas da vida, trazendo baixa autoestima, problemas profissionais e comprometimento das relações interpessoais.

Então, neste artigo apresentamos 5 sinais da exaustão mental para você identificar quando o seu corpo e cérebro estão precisando de uma pausa. Aprenda a escutá-los!

Este artigo foi útil? Compartilhe em suas redes sociais e dissemine informação de qualidade sobre saúde mental e medicina preventiva!