Compartilhar

Mindfulness: um momento só para você!

Você sabe o que é mindfulness? Neste artigo você vai entender o que é, e porque é tão importante para sua saúde e qualidade de vida!

A falta de atenção e o excesso de informação são características compartilhadas por muitas pessoas ao redor do mundo. No entanto, existe uma ferramenta que pode nos ajudar: o mindfulness. Você sabe o que é?

Neste artigo, vamos apresentar a prática da atenção plena como ferramenta para uma vida mais consciente e saudável. Você irá entender o que é e porque o mindfulness é tão importante atualmente não só no dia a dia, mas também no mundo corporativo. 

O que é mindfulness?

O mindfulness, ou atenção plena, tem como objetivo melhorar o bem estar emocional do indivíduo por meio da autoconsciência e de técnicas de respiração, escuta e observação.

A prática nos convida a respeitar nosso corpo e a estar presente de forma completamente consciente. Ou seja, desligar o piloto automático.

Você pode até não notar, mas devido a correria do mundo moderno, hiper estímulos e internet nosso piloto automático está o tempo todo ligado. Durante as tarefas de casa, no trabalho, compromissos, e surpreendentemente, até mesmo em momentos que deveriam ser de lazer.

Agora, você deve estar se perguntando: mas isso é tão ruim assim? Bem, quando a pessoa vive apenas dessa forma sem dar atenção ao próprio corpo e mente sim.

Podemos relacionar esse desequilíbrio ao aumento de estresse, ansiedade, exaustão mental, distúrbios do sono e outras doenças relacionadas à saúde mental.

Vale ressaltar também que diferente do que muitas pessoas pensam, o mindfulness não está relacionado a práticas religiosas, nem tampouco é a mesma coisa que meditação.

Na verdade, a atenção plena é uma ferramenta para controle e redução do estresse, e também uma das fases do ato de meditar. Ou seja, mindfulness e meditação não são a mesma coisa. 

Por que o mindfulness é tão importante? 

As pessoas estão cada vez mais tendo dificuldade para focar no presente. Ora estão remoendo fatos passados, ora planejando o futuro. O agora e as necessidades individuais se perdem junto aos hiper estímulos do dia a dia, da internet e trabalho.

Resultado: nossa mente nunca está tranquila, sempre está no piloto automático e alheia ao que de fato precisamos. Muitas vezes, alguns minutinhos já seriam suficientes para colocar a cabeça em ordem.

É como se nossa vida virasse um programa de computador para executar automaticamente todos os nossos compromissos e nossas necessidades pessoais ficassem rodando em segundo plano, sem importância ou atenção.

Nesse sentido, o mindfulness serve para trocar essa hierarquia durante alguns minutos do seu dia. Criar uma lógica inversa e deixar as preocupações, compromissos e tudo o mais que sobrecarrega nossa mente para traz.

Não podemos sumir com elas, isso é impossível, mas dá para reduzir seus efeitos negativos em nossa mente e corpo.

Devido aos benefícios do mindfulness para ansiedade muitas empresas tentam incluir a prática dentro da vivência e dia a dia dos funcionários para fazer com que eles se sintam bem consigo mesmo.

Como o mindfulness pode te ajudar?

Segundo Daniel Goleman, psicólogo e autor de best sellers como “Inteligência emocional: a teoria revolucionária que redefine o que é ser” e “Foco”, o cérebro precisa ser exercitado para que funcione cada vez melhor.

Pode ter certeza, os benefícios poderão ser sentidos no futuro.

Um dos praticantes do mindfulness, o investidor e filantropo americano Warren Buffett, ressalta: “Você tem apenas uma mente e um corpo. E isso tem que durar a vida inteira. Agora é muito fácil deixá-lo viajar por muitos anos. Mas, se não cuidar do corpo e da mente, eles vão naufragar 40 anos depois.”

Além de fornecer uma oportunidade para focar no presente de forma intencional e consciente, a prática pode ainda ajudar a:

  • aprimorar a capacidade de atenção e memória;

  • reduzir o estresse e ansiedade;

  • melhorar a qualidade do sono;

  • melhorar o relacionamento interpessoal;

  • prevenir depressão;

  • reduzir o impacto de pensamentos negativos.

Afinal, como corpo e mente estão sempre conectados esses benefícios se refletem também na saúde física tornando a pessoa mais disposta e resistente a outras doenças.

O que as pesquisas dizem?

Com efeito, muitos dos benefícios do mindfulness são comprovados cientificamente. Segundo um estudo realizado em 2013 pelo Hospital Geral de Massachusetts, a técnica apresentou resultados positivos no controle da ansiedade.

Durante a pesquisa, 93 pessoas com estresse crônico foram divididas em dois grupos. Alguns praticaram mindfulness e outros não. Aqueles que tiveram contato com a técnica conseguiram uma redução significativa dos sintomas.

Vale ressaltar que apesar de seus benefícios, principalmente em relação ao controle da ansiedade, estresse e perturbações do sono, o mindfulness não substitui tratamentos psicoterápicos

A prática deve ser entendida apenas como uma ferramenta adicional de desempenho das atividades diárias e manutenção do bem-estar emocional.

Na Rituaali, por exemplo, temos um tratamento único de estresse e ansiedade. Por meio de nossa equipe multidisciplinar buscamos descobrir as causas dos problemas que afligem corpo e mente das pessoas.

Como praticar a atenção plena? 

Durante o mindfulness a pessoa precisa buscar a consciência sobre seus pensamentos, movimentos e sentimentos, e para isso ela precisa se desligar do mundo por alguns minutos e focar nela mesma.

Para praticar a atenção plena você precisa de um lugar livre de estímulos e distrações por uns 3 a 4 minutos. Pode ser sentado ou deitado, basta que esteja confortável.

Comece prestando atenção a sua respiração, no fluxo do ar e nos movimentos que seu corpo faz quando respira. Não tente controlar ou mudar sua respiração, apenas observe seu corpo respirando.                                         

É normal que sua mente comece a se distrair por meio da lembrança de um compromisso, tarefa ou qualquer outra coisa. Quando perceber isso acontecendo traga sua atenção de volta a respiração.

Agora uma pergunta: você separa um tempo do seu dia para praticar o autocuidado? Porque atenção plena é exatamente isso.

Aprender a escutar o próprio corpo e a limpar os pensamentos é cada vez mais necessário em um mundo repleto de distrações, informações e estímulos.

Neste artigo, explicamos o que é mindfulness e como praticar a atenção plena. Você entendeu porque ela é tão importante nos dias atuais e os principais benefícios da prática.

Espero que esse texto tenha sido útil para você e que tenha conseguido por meio dessa prática um pouco de autocuidado. Agora, que tal assinar nossa newsletter e ter a sua disposição outros conteúdos como esse?