Compartilhar

Tecnologia e saúde: Cuidado com o excesso de informação!

Você sabe qual é a relação entre tecnologia e saúde? O uso equilibrado dos recursos tecnológicos são fundamentais para uma vida saudável.

Você sabe qual a relação entre tecnologia e saúde? Apesar dos recursos tecnológicos trazerem benefícios e facilidades para a vida moderna, se o uso deles não for equilibrado pode impactar sua rotina de forma negativa.

Atualmente somos extremamente dependentes dos recursos tecnológicos, essa é a verdade. No entanto, o equilíbrio entre tecnologia e saúde será sempre um ponto de alerta.

Precisamos da tecnologia para tocar nossa rotina pessoal, concluir afazeres e para trabalhar, de forma home office ou não. Aliás, a quantidade de informação com a qual somos bombardeados diariamente agrava a situação e causa também infoxicação.

Por isso, neste artigo, vamos conversar um pouco sobre a relação entre tecnologia e saúde, e também o porquê precisamos avaliar o impacto da internet em nossa vida.

Qual a relação entre tecnologia e saúde?

Devido à forma midiatizada que vivemos atualmente, precisamos sempre pensar, e buscar um equilíbrio entre redes sociais, tecnologia e saúde.

Não dá para negar como a tecnologia e a internet modificam nossos comportamentos no trabalho e no dia a dia. Está cientificamente comprovado que seu uso constante e desequilibrado pode trazer alguns problemas a médio e longo prazo para diversas faixas etárias.

Por exemplo, observe: quando você acorda, qual é a primeira coisa que faz? Se alimenta e faz exercícios ou verifica seu e-mail?

Ou ainda, durante o horário de trabalho: quantas horas passa em frente ao computador? Quando está a descansar, faz isso com o celular ou com um livro na mão?

Responder essas perguntas pode dar um indicativo se você tem ou não uma relação saudável física e mentalmente com a tecnologia.

Quais as consequências do uso desequilibrado?

Segundo o relatório “Digital Global Overview Report 2022” realizado pela Hootsuite e We Are Social, o usuário médio permanece por dia cerca de 6 horas e 58 minutos conectado à internet. Isso representa um crescimento de 4% em relação a 2020.

Essa na verdade é a média global dos usuários. Nosso país está em segundo lugar entre os que mais utilizam a internet no mundo. Os brasileiros permanecem cerca de 10 horas e 08 minutos por dia conectados às redes sociais. Isso é muita coisa!

O uso desregulado e o excesso de informação podem trazer diversos males para saúde e prejudicam a qualidade de vida. Além da exaustão mental, sedentarismo, dependência, burnout, ansiedade e depressão, podemos ainda destacar distúrbios como:

  • Transtornos do sono: o mais comum é a insônia;

  • Nomofobia: medo irracional de ficar sem o celular desencadeado por vício;

  • Síndrome do Toque Fantasma: a pessoa sente ou ouve o celular tocando ou vibrando quando ele de fato não está;

  • Efeito Google: mudança neurológica que causa perda de memória.

A nomofobia, que provém do termo inglês “no-mobile”, por exemplo, não se limita apenas ao medo irracional de ficar sem o aparelho por algumas horas. O transtorno pode ainda desencadear dificuldade de comunicação e problemas de interação social.

Já a perda da memória em decorrência do Efeito Google acontece porque estamos nos desacostumando a guardar e a reter informações, afinal de contas, todas as respostas podem ser encontradas online. É só perguntar.

Sob o mesmo ponto de vista, considerado um novo mal da contemporaneidade, a infoxicação também é um sinal de alerta. Muitos a consideram uma epidemia moderna tecnológica. A seguir, vamos descobrir o que ela significa. 

O que é infoxicação? 

Também chamado de Síndrome da Fadiga Informativa, a infoxicação é um termo criado pelo físico espanhol Alfons Cornella para designar o excesso de informação ocasionado pela televisão, internet, redes sociais, jornais e jogos

De maneira idêntica, hoje podemos ainda incluir os serviços de streaming que não param de crescer mundo afora.

Na infoxicação o volume de informação não cessa e o cérebro não consegue dar conta de tudo que é recebido, isso desencadeia problemas como cansaço, ansiedade, falta de concentração, estresse e frustração.

O excesso de informação pode ainda desencadear o que muitos especialistas estão denominando de FOMO (“Fear of Missing Out”, ou em português — “Medo de perder oportunidades”).

Dessa forma, reduzir o número de canais de informação e estímulos são as principais recomendações para lidar com a infoxicação. 

Tecnologia e saúde: como ter uma rotina e vida equilibrada? 

Você já deve ter percebido o quanto o excesso de tecnologia e informação podem ser prejudiciais, não é mesmo?

Somos dependentes dos recursos tecnológicos e da internet. Hoje, dentre aqueles que estão ativos profissionalmente, é quase impossível ficar sem verificar o e-mail e aplicativos de mensagens. Mas como regular essa relação?

Existem, no entanto, algumas ações que você pode tomar para regular os elementos tecnológicos e necessidades da sua rotina para criar um ambiente mais equilibrado e saudável. 

Reduza o tempo online e uso de telas

Dessa forma você consegue limitar o excesso de informação e hiper estímulos.

Os hóspedes que participam das experiências e programas como Controle do Estresse e Ansiedade do Rituaali, por exemplo, são estimulados a diminuir seu consumo de internet durante a estadia. Assim, eles têm a oportunidade de conhecer uma nova proposta de vida.

Motivo pelo qual a internet é desligada entre 22 e 06 horas para que os clientes possam descansar e desestressar de toda a pressão da vida contemporânea.

Aliás, você também pode fazer isso em casa. A diferença é que no Rituaali disponibilizamos palestras e workshops sobre qualidade de vida e medicina preventiva, atendimento psicológico, consultas médicas e terapias de spa.

Uma dica interessante é segmentar suas atividades de lazer e trabalho por períodos de 2 a 3 horas e realizar pausas para descanso longe de dispositivos eletrônicos. 

Cultive um hobby

Por último, busque uma atividade que não esteja relacionada a tecnologia como esportes, jardinagem, artesanato ou pintura.

Esse tipo de atividade é importante para autogerenciar suas prioridades, descansar e desestressar de toda a tensão que o dia a dia produz sobre nossa existência.

Neste artigo, explicamos como a tecnologia e saúde estão interligadas, e que os recursos tecnológicos e internet apesar de trazerem também facilidades podem ser prejudiciais. Você também descobriu 2 dicas para uma rotina mais saudável e equilibrada.

E você, está precisando de ajuda para ter um estilo de vida saudável e de qualidade? Assine nossa newsletter e fique por dentro de mais conteúdos sobre Medicina do Estilo de Vida, saúde e spa!